Por dentro de alguns dos mais avançados laboratórios científicos do mundo

jrinv1br | 28 de maio de 2015 | 0 | Ciência

Fonte: http://gizmodo.uol.com.br
mundo-28-maio-2015-001Mês passado, vimos de perto alguns dos mais bonitos laboratórios científicos do mundo. Agora é hora de ver como eles são por dentro. Cientistas e suas máquinas, laboratórios e ferramentas são ainda mais impressionantes do que as construções nas quais eles trabalham.

mundo-28-maio-2015-002O detector STAR no Colisor Relativístico de Íons Pesados do Brookhaven National Laboratory, nos EUA. Ele monitora e analisa milhares de partículas. Foto: BNL.

mundo-28-maio-2015-003A máquina Z, do Laboratório Nacional de Sandia, em Albuquerque, EUA, faz parte do Programa de Energia Pulsada. Foto: Sandia Labs.

mundo-28-maio-2015-004No Laboratório Nacional de Idaho, esta máquina permite o estudo de como certos estresses afetam materiais nucleares como ligas avançadas. Foto: INL

mundo-28-maio-2015-005O Laboratório de Processo de Desenvolvimento e Integração no Laboratório Nacional de Energia Renovável do Instituto de Pesquisa de Energia Solar, nos EUA. Foto: Dennis Schroeder/NREL.

mundo-28-maio-2015-006Um cientista do Fermilab com um dos dois “chifres” que focam o feixe de partículos para o experimento de neutrinos MINOS. Foto: Peter Ginter/FNAL.

mundo-28-maio-2015-007Um físico no Centro de Aceleração Linear de Stanford observa testes a laser em detectores de cristais. Foto: Peter Ginter/SLAC.

mundo-28-maio-2015-008Montagem de cavidades supercondutoras no criostado da Unidade de Aceleração de Feixe de Elétron Contínua, no Jefferson Lab. Foto: Jefferson Lab/DOE.

mundo-28-maio-2015-009Conectando o rastreador de semicondutor para o ATLAS, um dos quatro detectores enormes do Grande Colisor de Hádrons do CERN. Foto: Peter Ginter/NIKHEF.

mundo-28-maio-2015-010Um experimento laser infravermelho no Laboratório de Pesquisa do Exército dos EUA. Foto: Doug LaFon/Laboratório de Pesquisa do Exército dos EUA.

mundo-28-maio-2015-011Uma câmara a vácuo no laboratório MIES, na Universidade Flinders, Adelaide, na Austrália. Foto: Flinders.

mundo-28-maio-2015-012Assistentes de laboratório trabalham no microscópio de elétrons na Universidade da Carolina do Norte, nos EUA. Foto: NCSU.

mundo-28-maio-2015-013Eis uma imagem panorâmica do Laboratório de Fonte de Luz Avançada em Berkeley. Foto: LBNL ALS

mundo-28-maio-2015-014Um aparato experimental durante o estudo de estruturas magnéticas e eletrônicas na European Synchrotron Radiation Facility. Foto: P. Ginter/ESRF

mundo-28-maio-2015-015Uma instalação experimental na estação de ciência de materiais do Soft X-Ray (SXR) na Linac Coherent Light Source, na Universidade de Stanford, nos EUA. Foto: SLAC.

mundo-28-maio-2015-016Um cientista do Canadian Light Source observa uma amostra no Resonant Elastic and Inelastic Soft X-Ray Scattering (REIXS). Foto: Canadian Light Source

mundo-28-maio-2015-017Uma câmara no Instalação de Unidade de Ignição Nacional do Laboratório Nacional Lawrence Livermore. Foto: Jacqueline McBride/LLNL

mundo-28-maio-2015-018Um experimento na Trident Laser Facility, no Laboratório Nacional de Los Alamos, nos EUA. Foto: LeRoy Sanchez/LANL

Related Posts